Building peace in the minds of men and women

Assuntos Atuais

Atenas: livros em todos os lugares

cou_02_18_athenes_01.jpg

"Le refuge" (O Refúgio), uma instalação grupal na exposição Ivresse Livresque, em Amboise, França, 2015.

Em 23 de abril, Atenas, a capital grega, dá início a uma celebração da leitura, da cultura e do conhecimento ao longo de todo o ano, como a Capital Mundial do Livro da UNESCO 2018. “Livros em todos os lugares” é o lema deste ano, o que significa que os livros e várias atividades relacionadas estarão abertos a todos, para serem encontrados em todos os cantos da histórica cidade e no seu entorno.

Anna Routsi

Os amantes dos livros em Atenas, assim como as pessoas que visitam a cidade, terão uma surpresa. Orgulhosa por ter sido nomeada Capital Mundial do Livro 2018 (link em inglês), a antiga capital dá início a seu evento cultural mundial para celebrar os livros de inúmeras formas, em abril de 2018.

Em preparação para o evento, a cidade de Atenas trabalhou duro para transformar em realidade a visão de seu prefeito de Atenas, Giorgos Kaminis,. O objetivo do prefeito – e de sua equipe de sete pessoas que está trabalhando no evento – tem sido envolver cidadãos de diferentes grupos sociais, étnicos e etários, assim como difundir a cultura do livro e da leitura em todos os bairros de Atenas, por meio de atividades menores e localizadas. Espera-se que isso aumente a autoestima das pessoas e contribua para a integração social e a coerência. Além disso, as forças criativas da cidade seriam combinadas com um objetivo cultural comum: deixar um legado sólido, em termos de evidências físicas e na mentalidade de seus cidadãos, encorajando-os a amar e ler livros, para muito além deste ano.

Para tornar isso possível, a cidade se uniu a mais de 150 instituições onde a aprendizagem ocorre, bem como com escritores e com o setor editorial. Esses parceiros incluem instituições culturais, museus, grupos da sociedade civil, startups, organizações não governamentais (ONGs), embaixadas e organizações internacionais. Não chega a surpreender o fato de que cerca de 150 bibliotecas em toda a Grécia implementarão vários programas especiais na campanha de leitura de verão, liderada pela Biblioteca Nacional da Grécia.

Os programas e as organizações municipais também participarão das atividades deste ano – incluindo a  Athens Culture Net e a Open Schools, ambas financias pela Fundação Stavros Niarchos; Technopolis, o museu industrial e o complexo cultural; OPANDA, a Organização para a Juventude, a Cultura e o Esporte, a plataforma da sociedade civil SynAthina e programas de refugiados.  

Um milhão de visitantes esperados

O programa apresenta um mosaico vívido de mais de 250 eventos e atividades, todos girando em torno do mundo dos livros, da aprendizagem e do conhecimento. Com um milhão de visitantes esperados, a cidade aspira a fornecer um cenário literário para atender a todos os gostos e a todas as idades. Além de disseminar o amor pelos livros e pelo conhecimento, a cidade espera promover o diálogo aberto – não apenas para os criadores, as partes interessadas e a elite intelectual, mas, sobretudo, para todos os seus cidadãos.

Os livros e a leitura estão sendo combinados com a arte e a criatividade, com foco na aprendizagem, mas também para demonstrar que os livros podem trazer alegria e prazer aos leitores.

Em um momento em que o país atravessa dificuldades financeiras, e a indústria do livro enfrenta uma crise, o financiamento do evento apresentou seus desafios. Mesmo assim, a cidade de Atenas alocou um orçamento de € 500 mil para comunicações em apoio ao evento e contou com a colaboração das atividades de publicação da Opanda. As doações de instituições, patrocinadores e embaixadas que apoiarão diretamente o programa totalizaram outros € 500 mil (ao final de fevereiro de 2018), e espera-se que esse valor aumente. O que nos surpreendeu e motivou foi o interesse e a disposição da maioria dos participantes em se comprometerem a realizar ações, utilizando seus próprios recursos, para fazer parte desse evento muito especial para a cidade.

O ano de celebrações das cidades nomeadas como Capitais Mundiais do Livro da UNESCO tradicionalmente se inicia em 23 de abril, Dia Mundial do Livro e dos Direitos Autorais (World Book and Copyright Day).

Atenas é a 18ª Capital Mundial do Livro, após Madri (2001), Alexandria (2002), Nova Deli (2003), Antuérpia (2004), Montreal (2005), Turim (2006), Bogotá (2007), Amsterdã (2008), Beirute (2009), Liubliana (2010), Buenos Aires (2011), Ierevan (2012), Bangkok (2013), Port Harcourt (2014), Incheon (2015), Breslávia (2016), Conacri (2017). Sharjah seguirá Atenas em 2019.

Saiba mais:

Descubra os números de The UNESCO Courier que falam sobre livros: escritores famosos, como Jorge Adoum, Miguel Angel Asturias, Marshall McLuhan, Alejo Carpentier, Le Clézio, André Maurois, Alberto Moravia, Luis Sepúlveda and Antonio Skármeta falam sobre uma mesma paixão: livros! (link em  inglês).

Athens2018.gr | facebook instagram

Foto:

Exposição Ivresse livresque

Anna Routsi

É grega, assessora do prefeito de Atenas para o programa e a comunicação do evento Atenas Capital Mundial do Livro 2018.