Building peace in the minds of men and women

Zoom

Rádio em imagens: um passeio por Bamako

cou_01_18_zoom_01.jpg

Rádio Kledu

Celebrar o rádio em imagens – esse foi o desafio assumido de forma bem-sucedida por Marco Dormino. O fotógrafo, que por mais de uma década trabalhou com as Nações Unidas, se especializou em registar situações de emergência – em especial na América Central e no Mali.

Fotos: Marco Dormino / MINUSMA

Texto: Katerina Markelova

Dormino, que se juntou à Missão Multidimensional Integrada de Estabilização das Nações Unidas no Mali (MINUSMA) em 2013, estava em Bamako quando a Rádio Mikado FM foi lançada, em junho de 2015. Essa “Rádio da Paz” é transmitida em uma grande área no norte do Mali – lar, entre outros, da comunidade Azawad, que busca independência. Seu objetivo consiste em oferecer ao público informações exatas e confiáveis sobre todos os aspectos do processo de paz no Mali e, com isso, ajudar a estabelecer a paz e a reconciliação nacional. Seu nome, Mikado, foi retirado do jogo de mesmo nome e se refere ao poder de um povo que é unido.

Trasmitida em francês e em bambara, assim como em outras línguas locais (fula, songai, árabe e tuaregue) para alguns programas especializados, a Mikado FM está rapidamente ganhando a confiança das pessoas no norte do país – e se tornando o meio de comunicação mais difundido na região de Gao.    


Rádio Benkan

Para celebrar o seu sucesso óbvio, a MINUSMA decidiu que o Dia Mundial do Rádio (13 de fevereiro) é a ocasião ideal para prestar homenagem, não apenas à Mikado FM, mas ao rádio em geral. O rádio se tornou o “principal instrumento para disseminar cultura e opiniões políticas no Mali”, como explica Dormino. “Ele desempenha um papel essencial na vida diária dos malineses”.


Rádio Jekafo

E aqui temos o nosso jovem italiano de 41 anos, vasculhando o labirinto de ruas em Bamako em busca de estações de rádio! Uma tarefa difícil, uma vez que suas instalações muitas vezes não estão nos melhores locais. “Alguns bairros de Bamako não são nem mesmo identificados no mapa. É fácil se perder. Em geral, eu tinha apenas uma ideia aproximada de onde deveria ir”.


Mikado FM

Em uma semana, ele descobriu várias estações de rádio na cidade – não todas, mas muitas que estão entre as mais ouvidas no Mali – Kledu, Benkan, Guintan, Jekafo, Chaîne 2, Liberté. Dormano diz ter sempre recebido uma acolhida calorosa, plena liberdade de movimento e o apoio total das equipes. “Eu encontrei alguns jornalistas muito profissionais, que eram muito bem organizados e muito comprometidos – estivessem trabalhando em uma grande estação pública como a Rádio Chaîne 2, ou em uma pequena rádio privada”, ele disse. “Todos eles pareciam ser apaixonados pelo que fazem e que estavam lá porque realmente queriam estar”.   


Rádio Chaîne 2

Ao realizar essa atividade, Dormino queria ter um sentimento real da forma de pensar das pessoas locais. Isso é algo que ele sempre tenta fazer, onde quer que esteja. “O rádio diz respeito às opiniões das pessoas, seus sentimentos e suas vozes. São as pessoas que dão vida ao rádio”, ele diz.


Rádio Liberté

O rádio é, de fato, o meio de comunicação que está mais próximo das pessoas. De acordo com a UNESCO, o rádio ainda alcança mais pessoas do que qualquer outro meio de comunicação. Na África, de 80% a 90% das residências têm um aparelho de rádio em funcionamento. Em 2016, em todo o mundo, mais pessoas ouviram rádio do que viram televisão ou usaram smartphones. Não é preciso saber ler para ouvir rádio, e essa mídia pode atingir comunidades muito pequenas, transmitindo em suas línguas.


Rádio Chaîne 2

O rádio continua a ser um dos mais baratos meios de comunicação. Do ponto de vista da transmissão, é possível estabelecer uma pequena estação de rádio FM de 40 watts por menos de US$ 5 mil. Em termos de recepção, em regiões do mundo nas quais a ausência de infraestrutura de transportes torna impossível a distribuição de meios impressos, e onde o fornecimento de energia elétrica para a transmissão de TV é, na melhor das hipóteses, intermitente – um pequeno rádio transistor a bateria é tudo o que é necessário para se ter acesso a notícias e informações.


Rádio Kledu

Em um esforço para promover o acesso à informação por meio do rádio, em 2011, a UNESCO proclamou que o Dia Mundial do Rádio seria celebrado todos os anos, no dia 13 de fevereiro. A data é simbólica, pois foi o dia em que, no ano de 1946, foi criada a Rádio das Nações Unidas. A resolução da UNESCO foi aprovada pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 2013.


Rádio Guintan

Saiba mais:

Radio, a future for sound, the UNESCO Courier, Feb. 1997.