Building peace in the minds of men and women

Assuntos Atuais

Exposição: combate ao racismo “cotidiano”

cou_02_17_news_04.jpg

O cilindro de categorias convida os visitantes a entenderem como o processo de classificar os “outros” pode levar a estereótipos e preconceitos e, em última análise, ao racismo “cotidiano”.
© Atelier Confino

O que a genética diz sobre a diversidade da espécie humana? De onde vem a xenofobia? Como é possível entender as ideias e os comportamentos racistas? Qual é o melhor modelo para viver juntos, respeitando a igualdade de direitos? Essas são algumas das questões levantadas pela exposição Us and Them: From Prejudice to Racism (em francês, Nous et les Autres: Des Préjugés au Racisme; em português, Nós e os Outros: do Preconceito ao Racismo), que está sendo realizada no Musée de l’Homme em Paris, de 31 de março de 2017 a 8 de janeiro de 2018, com o patrocínio da UNESCO.

Com base em estudos nas áreas de antropologia, biologia, sociologia e história, a exposição segue a mesma lógica de desconstrução do racismo que orienta a UNESCO em uma de suas principais missões: utilizar a ciência e a informação pública para combater preconceitos e estereótipos sobre categorias humanas, identidades rígidas e alteridade, como barreiras simbólicas entre “nós” e “eles”. 

Para tanto, a exposição oferece aos visitantes uma viagem interativa que os permite refletir sobre os mecanismos individuais e coletivos que conduzem à rejeição do outro. A exposição também destaca o papel da Coalizão Internacional de Cidades Inclusivas e Sustentáveis (ICCAR), uma iniciativa da UNESCO para promover a coexistência pacífica das pessoas dentro das sociedades.