Programa Brasil-África: Histórias Cruzadas

Project name :

Programa Brasil-África: Histórias Cruzadas

Project duration :

10-12-2010

Location :

Promover o reconhecimento da importância da interseção da história africana com a brasileira para transformar as relações entre os diversos grupos raciais que convivem no país. Esta é a essência do Programa Brasil-África: Histórias Cruzadas, instituído pela UNESCO no Brasil, a partir da aprovação da Lei 10.639, em 2003, que preconiza o ensino dessas questões nas salas de aulas brasileiras.

Desde então, o processo de implementação da Lei da Educação das Relações Étnico-Raciais nos sistemas de ensino brasileiros vem enfrentando desafios, entre eles a necessidade de desenvolvimento de uma nova cultura escolar e de uma nova prática pedagógica que reconheça as diferenças étnico-raciais resultantes da formação da sociedade brasileira. Para contribuir com esse processo, o programa Brasil-África: Histórias Cruzadas da UNESCO atua em três eixos estratégicos, complementares e fundamentais:

  1. Acompanhamento da implementação da Lei
  2. Produção e disseminação de informações sobre a história da África e dos afro-brasileiros
  3. Assessoramento no desenvolvimento de políticas públicas

O objetivo dessa atuação é identificar pontos críticos, avanços e desafios na implementação da Lei, bem como para cooperar para a formulação de estratégias para a concretização de políticas públicas nesse sentido, além de sistematizar, produzir e disseminar conhecimentos sobre a história e cultura da África e dos afro-brasileiros, subsidiando as mudanças propostas pela legislação.

Para a UNESCO, apoiar a implementação da lei da Educação das Relações Étnico-raciais é uma maneira de valorizar a identidade, a memória e a cultura africana no Brasil – o país que conta com a maior população originária da diáspora africana.

A partir do momento em que as origens africanas na formação da sociedade brasileira forem conhecidas e reconhecidas e as trocas entre ambos disseminadas, se abrirão importantes canais para o respeito às diferenças e para a luta contra as distintas formas de discriminação, bem como para o resgate da autoestima e a construção da identidade da população. Somados, esses canais contribuirão para o desenvolvimento do país.

Assim, o trabalho com esses tópicos nas escolas e nos sistemas de ensino proposto pela legislação nacional, em última instância, leva os alunos e a sociedade a valorizar o direito à cidadania de cada um dos povos. 

Tudo isso encontra uma forte convergência com o trabalho da UNESCO, que atua em todo o mundo declarando que conhecer melhor outras civilizações e culturas permite tanto compreender a segregação e os conflitos raciais como afirmar direitos humanos. 
 

Coleção História Geral da África em português

Publicada em oito volumes, a coleção História Geral da África está agora também disponível em português.

A edição completa da coleção já foi publicada em árabe, inglês e francês; e sua versão condensada está editada em inglês, francês e em várias outras línguas, incluindo hausa, peul e swahili. Um dos projetos editoriais mais importantes da UNESCO nos últimos trinta anos, a coleção História Geral da África é um grande marco no processo de reconhecimento do patrimônio cultural da África, pois ela permite compreender o desenvolvimento histórico dos povos africanos e sua relação com outras civilizações a partir de uma visão panorâmica, diacrônica e objetiva, obtida de dentro do continente. A coleção foi produzida por mais de 350 especialistas das mais variadas áreas do conhecimento, sob a direção de um Comitê Científico Internacional formado por 39 intelectuais, dos quais dois terços eram africanos.

A coleção em português foi publicada em 2010 como resultado de uma parceria entre o Ministério da Educação (MEC), a Universidade de São Carlos (UFSCar) e UNESCO no Brasil. Os volumes estão disponíveis em formato digital (PDF) com acesso gratuito:

Volume I: Metodologia e Pré-História da África
ISBN: 978-85-7652-123-5

Volume II: África Antiga
ISBN: 978-85-7652-124-2

Volume III: África do século VII ao XI
ISBN: 978-85-7652-125-9

Volume IV: África do século XII ao XVI
ISBN: 978-85-7652-126-6

Volume V: África do século XVI ao XVIII
ISBN: 978-85-7652-127-3

Volume VI: África do século XIX à década de 1880
ISBN: 978-85-7652-128-0

Volume VII: África sob dominação colonial, 1880-1935
ISBN: 978-85-7652-129-7

Volume VIII: África desde 1935
ISBN: 978-85-7652-130-3

Em 2011, a Coleção em português foi publicada pela Editora Cortez em coedição com a UNESCO no Brasil. A Coleção pode ser comprada pela Editora Cortez ou pela UNESCO no Brasil (contato: grupoeditorial@unesco.org.br.
 

Novos volumes da Coleção História Geral da África

A UNESCO lançou em maio de 2013, em Addis Abeba (Etiópia), o projeto de elaboração do volume IX da coleção História Geral de África (HGA). A reunião de especialistas na cidade africana teve a participação de cerca de 50 especialistas da África e suas diásporas (Américas, Ásia, Europa e Oceano Índico).

A elaboração do volume IX da coleção HGA é uma resposta positiva às tendências e pedidos apresentados pelos Estados-membros da União Africana (UA). Nesse sentido, a decisão EX.CL/520 (XV), exige dos Estados-membros da UA o apoio à elaboração de um "volume IX da coleção HGA, incluindo a história recente da descolonização, o fim do apartheid e o lugar da África no mundo".

O volume IX pretende cobrir as mudanças que ocorreram após a Guerra Fria e a era do apartheid, mas também considerar os desafios importantes e os acontecimentos marcantes internacionais, que devem ser analisados a partir da perspectiva africana.

O projeto pretende ainda abordar a Diáspora Africana, levando-se em conta as novas descobertas a respeito da presença africana em diferentes partes do mundo, no tempo antigo, a deportação dos africanos durante o tráfico de escravos e da migração de africanos durante a colonização e depois da independência. Além disso, pretende-se constituir em uma contribuição significativa para a Década Internacional de Afrodescendentes - 2015-2024, proclamada pela Assembleia Geral da ONU, no final de 2013.

Objetivos:

  • Atualizar o conteúdo dos volumes da coleção HGA à luz dos recentes desenvolvimentos nos vários campos da pesquisa científica, nas mudanças políticas, socioeconômicas e ambientais, além dos desenvolvimentos culturais no continente.
  • Analisar a Diáspora Africana e suas diversas contribuições para a construção das sociedades modernas, bem como a emancipação e o desenvolvimento da África. 
  • Identificar e analisar os novos desafios que a África enfrenta, incluindo questões de Unidade Africana, pan-africanismo, integração regional, educação, cultura, juventude, questões de igualdade de gênero, saúde e cuidados de saúde, diversidade cultural, criatividade, artes, cultura e desenvolvimento, diálogo intercultural; além das questões relativas a: paz, meio ambiente, mudanças climáticas, urbanização, pesquisa e inovação científica, desenvolvimento sustentável, boa governança, cooperação Sul-Sul, relações com a diáspora etc.
     

Materiais pedagógicos elaborados com base na Coleção História Geral da África

A Representação da UNESCO no Brasil, em parceria com o Ministério da Educação (MEC) e a Universidade Federal de São Carlos têm elaborado materiais pedagógicos sobre história e cultura africana e afro-brasileira, direcionados para professores e estudantes vinculados à educação básica brasileira:

Síntese da coleção História Geral da África
Um resumo da Coleção História Geral da África em dois volumes, dedicado à formação de professores. Os volumes estão disponíveis em formato digital com acesso gratuito:

Livros sobre história e cultura africana e afro-brasileira para professores de educação básica: