Ano Internacional da Economia Criativa para o Desenvolvimento Sustentável

04/02/2021

O ano de 2021 foi declarado o Ano Internacional da Economia Criativa para o Desenvolvimento Sustentável na 74ª Assembleia Geral das Nações Unidas. A implementação desse Ano é liderada pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), em consulta com a UNESCO e com outras agências das Nações Unidas.

O Ano Internacional da Economia Criativa para o Desenvolvimento Sustentável não poderia ter vindo em um momento mais importante. A pandemia da COVID-19 paralisou a economia criativa. Desde a criação, a produção, a distribuição até o acesso, nenhum participante da cadeia de valor criativo foi poupado de seu impacto. A crise da saúde também revelou e agravou as vulnerabilidades pré-existentes no setor cultural. Muitos artistas e profissionais da cultura não foram incluídos no recebimento de ajudas sociais e financeiras que salvaram trabalhadores de outros setores. Embora estejamos consumindo conteúdo cultural online como nunca, artistas e criadores raramente recebem uma remuneração justa por nossos cliques e visualizações.

Sob o tema do Ano Internacional da Economia Criativa para o Desenvolvimento Sustentável, uma série de atividades serão realizadas para destacar o poder da criatividade para a resiliência em tempos de pandemia, compartilhar as melhores práticas e experiências, aumentar a capacidade dos recursos humanos, promover um ambiente favorável em todos os âmbitos, bem como para enfrentar os desafios da economia criativa.

Atividades relevantes

1. ResiliArt em celebração do Ano Internacional da Economia Criativa para o Desenvolvimento Sustentável – Reconstruir Melhor por meio da Economia Criativa

O debate ResiliArt sobre “Como podemos reconstruir as indústrias criativas e culturais após a pandemia da COVID-19” aconteceu no dia 4 de fevereiro de 2021, das 15h30 às 17h (horário de Paris).

Esse debate examinou as formas de reativar a economia criativa, ao aproveitar a oportunidade do Ano Internacional da Economia Criativa para o Desenvolvimento Sustentável para tornar o setor criativo mais resiliente diante das crises futuras e elaborar políticas culturais mais alinhadas à Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

2. Seminário “Ano Internacional da Economia Criativa”

Esse seminário, organizado por parceiros e a UNESCO no Brasil, acontecerá de 6 a 8 de outubro de 2021.