News

Bienal de Luanda termina com recomendações, mirando 2021

24/09/2019
16 - Peace, Justice and Strong Institutions

A Bienal inaugural de Luanda, um Fórum Pan-Africano para a Cultura de Paz, terminou com um concerto pela paz e com a adoção de um comunicado formal, que destacou os resultados e recomendações extraídas de suas várias reuniões. A UNESCO, a União Africana e o Governo angolano organizaram conjuntamente o evento que durou cinco dias como uma celebração dos diversos valores, sistemas de crenças, formas de espiritualidade, conhecimento e tradições africanas que contribuem para o respeito aos direitos humanos, a diversidade cultural, a rejeição da violência e ao desenvolvimento de sociedades democráticas.

Entre os principais participantes dos debates destacaram-se jovens do continente africano e da diáspora. Durante a Bienal foi elaborada uma Declaração com recomendações solicitando, entre outras coisas, que a União Africana criasse uma entidade continental para o financiamento de projetos de empreendedorismo social e econômico para a juventude e instaram às plataformas econômicas regionais a trabalharem com as Nações Unidas na criação de estruturas políticas para a promoção da criatividade, do empreendedorismo, da inovação e da empregabilidade dos jovens.

Contato de imprensa:

Ophélie Kukansami-Leger (UNESCO, em Luanda): o.kukansami-leger@unesco.org, +244 927 271 253