Story

#COVID-19 #FiqueEmCasa: Que casa? Cuidado aos vulneráveis nas cidades dos Estados Unidos

04/04/2020

As cidades são as linhas de frente, uma vez que enfrentam esta crise de forma imediata, adotando ações para proteger a saúde pública e garantir a segurança pública, ao mesmo tempo em que continuam a prestar serviços essenciais aos nossos cidadãos. Nós estamos no início desta pandemia, e é necessário adotar outras medidas para lidar com os impactos econômicos e sanitários pública desse desastre...

Declaração feita pelos prefeitos da Coalizão de Cidades contra o Racismo e a Discriminação dos EUA

As cidades dos Estados Unidos estão se mobilizando para proteger os mais vulneráveis entre nós, para ajudá-los a atravessar esta crise sem precedentes.

A plataforma online COVID-19: What Mayors Need to Know” (COVID-19: o que os prefeitos precisam saber) foi criada pela Coalizão de Cidades contra o Racismo e a Discriminação dos Estados Unidos  (U.S. Coalition of Cities against Racism and Discrimination), sob a égide da Conferência dos Prefeitos dos Estados Unidos, em colaboração com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (Centers for Disease Control and Prevention – CDCs) e o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA (US Department of Health and Human Services – HHS). Esta plataforma fornece recursos e diretrizes, incluindo instruções práticas para residências, estabelecimentos escolares, empresas, instalações de saúde, comunidades e agências policiais. Nesse centro online, são abundantes as boas práticas de esforços liderados pelas cidades para abordar a segurança e a proteção dos cidadãos.

Muitas cidades não mediram esforços proteger seus cidadãos e suas populações mais vulneráveis.

O site sobre a COVID-19 da cidade de Nova York. (New York City COVID-19 website) oferece informações e diretrizes detalhadas sobre os serviços oferecidos pela cidade. Todos os residentes da cidade de Nova York têm acesso a testes gratuitos de coronavírus. Cidadãos que não têm seguro de saúde podem se inscrever no Sistema de Saúde do Estado de Nova York. Os indivíduos que estão sendo perseguidos e assediados devido à sua identidade e origem são protegidos pelo Departamento de Polícia da cidade. Com base na Declaração da Cidade de Nova York de “Proteções baseadas no status imigratório e na origem nacional”, ninguém pode ser discriminado em espaços públicos, incluindo hospitais e centros de saúde. O prefeito Bill de Blasio ativou o Fundo de Socorro de Emergência COVID-19 (COVID-19 Emergency Relief Fund) para fornecer recursos e apoio a profissionais de saúde e funcionários de serviços essenciais, pequenas empresas locais, trabalhadores horistas deslocados, incluindo trabalhadores imigrantes e suas famílias, jovens e nova-iorquinos vulneráveis.

Em Boston, as atualizações na resposta à COVID-19 também estão disponíveis na plataforma online da cidade. O prefeito Marty Walsh lidera as intervenções realizadas pelos órgãos da cidade sobre moradia, falta de moradia, saúde pública, serviços humanos e segurança pública. As autoridades da cidade estão trabalhando diuturnamente para apoiar abrigos de emergência, centros diurnos, locais de refeições comunitárias e prestadores de serviços para famílias e indivíduos em situação de rua 

Chicago oferece o Coronavirus Response Center (Centro de Respostas ao Corona virus), um recurso online completo para seus habitantes, incluindo comunidades de imigrantes. Em parceria com associações locais, a cidade está oferecendo abrigos para os sem-teto, serviços médicos para os não segurados por meio dos centros comunitários de saúde e entrega de comida para indivíduos gays e transgêneros, independentemente do status de imigração.

Em São Francisco, o prefeito de London Breed estabeleceu uma moratória relativa a despejos residenciais e ao não pagamento de aluguéis. Como outras cidades, São Francisco fornece diretrizes por meio do COVID-19 response website. O site propõe um procedimento novo e ampliado para quando um inquilino deixa de pagar o aluguel devido à crise atual..

Em Los Angeles, no Los Angeles’ COVID response website, as respostas às perguntas mais frequentes estão disponíveis a todos os cidadãos, incluindo informações sobre a disponibilidade de refeições gratuitas para estudantes que dependem de tíquetes-refeição escolares, bem como sobre o fornecimento de cama e abrigo para os moradores de rua.

Muitos moradores de Los Angeles carecem da necessidade básica que ajuda a maioria de nós a atravessar essa crise: um lar. Estamos tomando medidas imediatas e urgentes para conter a propagação da COVID-19, ajudando as pessoas que estão sem moradia a ter um lugar para se abrigar.

Eric Garcetti, prefeito de Los Angeles

O prefeito Eric Garcetti estabeleceu que fossem disponibilizadas camas temporárias para abrigar a população de rua, ao converter os centros de recreação nos parques da cidade em abrigos, incluindo a instalação de mais de 360 pias para a lavagem das mãos e 120 banheiros móveis em acampamentos.

Veja também

***

***
A Coalizão Internacional de Cidades Inclusivas e Sustentáveis da UNESCO (UNESCO's International Coalition of Inclusive and Sustainable Cities – ICCAR), lançada em 2004, é uma plataforma de âmbito municipal que empreende uma ampla gama de iniciativas, da formulação de políticas e capacitação a atividades de conscientização. A Coalizão defende a solidariedade e a colaboração mundial para promover o desenvolvimento urbano livre de todas as formas de discriminação.

A Coalizão de Cidades contra o Racismo e a Discriminação dos Estados Unidos (U.S. Coalition of Cities against Racism and Discrimination) faz parte da ICCAR.

As ideias e opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade do(s) autor(es) e não representam necessariamente os pontos de vista da UNESCO. As designações empregadas e a apresentação do material ao longo do artigo não implicam a expressão de qualquer opinião da UNESCO sobre o status legal de qualquer país, cidade ou área ou de suas autoridades, ou sobre suas fronteiras ou limites .