News

Crise da COVID-19: UNESCO pede apoio ao compartilhamento de aprendizagem e conhecimento por meio de Recursos Educacionais Abertos

28/04/2020

In response to the massive disruption of education due to the Covid-19 pandemic affecting 1.57 billion learners in 191 countries, UNESCO has issued a Call to support learning and knowledge sharing through Open Educational Resources (OER) worldwide.

OER are learning, teaching and research materials in any format and medium that reside in the public domain or are under copyright released under an open license[1], permitting no-cost access, re-use, re-purpose, adaptation and redistribution by others. In November 2019, Member States adopted a Recommendation on OER at UNESCO’s General Conference, committing to promote their use for the open sharing of knowledge and learning.

“The Covid-19 crisis has resulted in a paradigm shift on how learners of all ages, worldwide, can access learning. It is therefore more than ever essential that the global community comes together now to foster universal access to information and knowledge through OER,” reads the call, co-signed by Moez Chakchouk and Stefania Giannini, respectively Assistant Director-General for Communication and Information, and for Education at UNESCO. “Our joint action aims at managing the challenges of this and future pandemic crisis’ for learners, as well as to laying the foundation for integrating systematically best practices to increase the sharing of knowledge for the post-Covid-19 future of learning.”

The Call encourages implementation of the OER Recommendation, which  identifies  actions in five main areas: Capacity building and use of OER; Developing supportive policy; effective, inclusive and equitable access to quality OER; Nurturing the creation of sustainability models for OER; fostering and facilitating international cooperation.

This Call highlights the important role of the recently launched Covid-19 Global Education Coalition and the Dynamic OER Coalition, a multi-stakeholder group dedicated to sharing expertise, to facilitate and support joint actions.

The Call is available at: https://en.unesco.org/sites/default/files/covid19_joint_oer_call_en.pdf

For more information, please contact Zeynep Varoglu at: z.varoglu@unesco.org

 

[1] Open license refers to a license that respects the intellectual property rights of the copyright owner and provides permissions granting the public the rights to access, re-use, re-purpose, adapt and redistribute educational materials

Em resposta à enorme interrupção da educação devido à pandemia de COVID-19, que afeta 1,57 bilhão de estudantes em 191 países, a UNESCO emitiu um convite para apoiar o compartilhamento de aprendizagem e conhecimento por meio de Recursos Educacionais Abertos (REA) em todo o mundo.

Os REA são materiais de aprendizagem, ensino e pesquisa em qualquer formato e mídia que estejam em domínio público ou apresentem direitos autorais liberados sob uma licença aberta [1], os quais permitem acesso, reutilização, derivação, adaptação e redistribuição gratuitos a outros. Em novembro de 2019, os Estados-membros aprovaram uma Recomendação sobre REA na Conferência Geral da UNESCO, comprometendo-se a promover seu uso para o compartilhamento aberto de aprendizagem e conhecimento.

“A crise da COVID-19 resultou em uma mudança de paradigma sobre como os estudantes de todas as idades, em todo o mundo, podem acessar o materiais de aprendizagem. Portanto, mais do que nunca é essencial que a comunidade global se reúna agora para promover o acesso universal à informação e ao conhecimento por meio dos REA”, descreve o convite, assinado em conjunto pelo diretor-geral adjunto de Comunicação e Informação da UNESCO, Moez Chakchouk, e pela diretora-geral adjunta de Educação, Stefania Giannini. "Nossa ação conjunta visa a administrar os desafios desta e de futuras crises pandêmicas para os estudantes, bem como estabelecer as bases para a integração sistemática das melhores práticas para aumentar o compartilhamento de conhecimento para o futuro da aprendizagem pós-COVID-19". 

O convite incentiva a implementação da Recomendação de REA, que identifica ações em cinco áreas principais: capacitação e uso de REA; desenvolvimento de políticas de apoio; acesso efetivo, inclusivo e equitativo aos REA de qualidade; fomento da criação de modelos de sustentabilidade para REA; promoção da cooperação internacional.

Esse convite destaca o importante papel da recém-lançada Coalizão Global de Educação e da Dynamic OER Coalition, um grupo composto por várias partes interessadas dedicado ao compartilhamento de conhecimentos para facilitar e apoiar ações conjuntas. 

 
[1] A licença aberta consiste em a uma licença que respeita os direitos de propriedade intelectual do detentor dos direitos autorais e fornece permissões de direito ao público para acessar, reutilizar, derivar, adaptar e redistribuir os materiais educacionais.