News

Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável é lançada oficialmente hoje (20) para destacar a urgência na proteção do maior bioma do planeta

20/04/2021
14 - Life Below Water

Eventos online vão reunir a UNESCO no Brasil, MCTI e parceiros para incentivar o diálogo e a cooperação entre todos os atores na sociedade. No mundo, o oceano é responsável por 30 milhões de empregos diretos

Hoje (20) é o lançamento oficial da Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável (2021-2030) no Brasil. Proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU) para conscientizar a população em todo o mundo sobre a importância dos oceanos e mobilizar atores públicos, privados e da sociedade civil organizada em ações que favoreçam a saúde e a sustentabilidade dos mares, a iniciativa terá no país uma série de eventos online nos próximos três dias (20, 21 e 22) para incentivar a reflexão sobre as ações urgentes e necessárias para o uso e proteção do espaço costeiro e marinho no país.
 
No Brasil, o planejamento das ações para a Década é liderado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), representante científico da Comissão Oceanográfica Intergovernamental (COI), da UNESCO. Juntamente com o Escritório da UNESCO no Brasil e parceiros, a pasta iniciou a preparação para a Década no ano passado, ao organizar eventos como a Conexão Oceano e o Seminário Regional do Atlântico Sul. Ao longo do primeiro semestre de 2020, 15 organizações se articularam e se juntaram para formar o Comitê Gestor da Década Oceânica no Brasil, cujo objetivo é incentivar o debate e a troca de conhecimentos, e desenvolver de forma coordenada o Plano de Implementação da Década no Brasil. 
 
Em todo mundo, a Década do Oceano pretende mobilizar cientistas, gestores, políticos e sociedades a protegerem o oceano que, apesar de cobrir 71% da superfície do planeta Terra, é pouco conhecido e conservado. Segundo relatório publicado pela Comissão Oceanográfica Intergovernamental da UNESCO em 2019, apenas 1% dos orçamentos nacionais para pesquisas é direcionado para a ciência oceânica. Estima-se que somente 19% do fundo do oceano já foi mapeado e catalogado.
 
Para a promoção da Década, o termo “oceano” foi usado no singular com a finalidade de reforçar a importância de pensarmos em um “oceano global”, o maior bioma do planeta, responsável por proporcionar segurança alimentar e regulação climática, entre outros serviços essenciais para a humanidade. Essa conscientização é fundamental para o cumprimento dos 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, especialmente o ODS 14 – Vida na Água.  
 
O oceano fornece alimento e condições de vida para mais de 3 bilhões de pessoas. Ele também é responsável por 30 milhões de empregos diretos, gerando uma riqueza equivalente a US$ 3 trilhões por ano. Isso significa que o oceano poderia ser classificado, em termos econômicos, como a 5ª economia do mundo.

Programação da Década Oceânica (dias 20, 21 e 22 de abril)

 

  • 20 de abril: Webinar de Lançamento da Década do Oceano Brasil. Moderado pela jornalista e representante da Liga das Mulheres pelo Oceano, Paulina Chamorro, a conversa terá convidados como Mateus Solano, Família Schurmann, Suelen Naraisa e Raqueline Monteiro.

          Horário: 10h / Local: Canal da Década no YouTube.

 

  • 20 de abril: Conexão Oceano: legislação e políticas públicas costeiro-marinhas – debate promovido pela Fundação Grupo Boticário com a participação de especialistas no tema. O evento lançará luz sobre projetos de lei e iniciativas que têm impactos positivos e negativos sobre o ambiente marinho.

          Horário: 19h / Local: Facebook da Fundação Grupo Boticário.

 

  • 21 de abril: Lançamento da Olimpíada Brasileira da Cultura Oceânica e da websérie Cultura Oceânica. Evento promovido pelo Programa Maré de Ciência/UNIFESP, UNESCO e MCTI para lançamento da Olimpíada Brasileira da Cultura Oceânica para participação de estudantes e professores de todo o Brasil. Também será lançada a websérie Cultura Oceânica que trará 50 episódios com conteúdo sobre Cultura Oceânica para toda a sociedade.

          Horário: 17h / Local: Facebook e canal Maré de Ciência no YouTube.

 

  • 22 de abril: Debate com autores da Revista Ciência e Cultura da SBPC sobre a Década da Ciência Oceânica. A Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável convida a todos para um bate-papo sobre Oceano com especialistas e autores do número especial sobre Oceano da revista Ciência & Cultura, uma publicação da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

          Horário: 17h / Local: Canal da Década do Oceano no YouTube.