Integrar o meio ambiente aos programas escolares até 2025

18/06/2021

Geralmente, a biodiversidade é negligenciada nos currículos escolares em todo o mundo. Essa é uma das conclusões de um estudo publicado pela UNESCO antes da Conferência Mundial sobre Educação para o Desenvolvimento Sustentável, realizada em Berlim, na Alemanha, em maio de 2021.

Intitulado Learn for our Planet (Aprender para nosso planeta, em tradução livre), o relatório analisa os planos e currículos educacionais de cerca de 50 países em todo o mundo. Mais da metade deles não faz qualquer referência à mudança climática, e apenas 19% mencionam a biodiversidade. Em uma pesquisa online realizada com 1,6 mil professores e funcionários da área de educação, um terço dos entrevistados acrescentou que as questões ambientais não faziam parte da formação dos professores.

É por isso que a UNESCO estabeleceu uma nova meta – tornar a educação ambiental um componente essencial do currículo escolar de todos os países até 2025. A ideia é garantir que todos, desde cedo, adquiram os conhecimentos, as habilidades e os valores de que precisam para realizar mudanças positivas para o planeta.

Voltar ao artigo principal