Article

UNESCO aponta em pesquisa que a mudança climática é o principal desafio para a próxima década

06/04/2021
13 - Climate Action
  • mudança climática e a perda de biodiversidade são vistas como os desafios mais preocupantes ao longo da década, de acordo com o relatório da pesquisa “O Mundo em 2030”, publicado nesta quarta-feira (31), pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).
  • Para os entrevistados, o investimento em soluções 'verdes', educação sobre sustentabilidade, promoção da cooperação internacional e construção de confiança na ciência são as melhores maneiras de abordar o problema. 
  • Mais de 15 mil pessoas ao redor do mundo contribuíram para a pesquisa, que foi realizada online entre maio e setembro de 2020 e disponibilizada em 25 línguas.
Emmanuel Rouy/Lycée Français

mudança climática e a perda de biodiversidade são vistas como os desafios mais preocupantes ao longo da década, de acordo com o relatório da pesquisa “O Mundo em 2030”, publicada nesta quarta-feira (31), pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

Mais de 15 mil pessoas ao redor do mundo contribuíram para a pesquisa, que foi realizada online entre maio e setembro de 2020 e disponibilizada em 25 línguas.

Os entrevistados eram principalmente jovens, 57% com menos de 35 anos e 35% com menos de 25 anos. Os resultados também foram analisados de acordo com a região, gênero, idade e outras linhas demográficas.

São necessários maiores esforços para abordar preocupações específicas das pessoas e o multilateralismo é a maneira de fazer isso. Restaurar a confiança no multilateralismo requer a implementação de projetos concretos e impactantes, e isso está no coração do papel da nossa organização

disse a diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay.

A pesquisa “O mundo em 2030” (em inglês) convidou pessoas ao redor do mundo a compartilhar suas preocupações específicas sobre 11 desafios e soluções para superá-los.

 

Educação é a solução 

 

A maioria dos participantes, 67%, selecionou a mudança climática e a perda de biodiversidade como sua maior preocupação, principalmente devido a questões como o aumento de desastres naturais e condições climáticas extremas.  

Para os entrevistados, o investimento em soluções 'verdes', educação sobre sustentabilidade, promoção da cooperação internacional e construção de confiança na ciência são as melhores maneiras de abordar o problema. 

Violência e conflito, discriminação e igualdade e falta de comida, água e moradia são outros grandes desafios, revelou a pesquisa.

Os participantes acreditaram que, no geral, mais educação era a solução crucial para cada um dos desafios. Eles também sentiram que era a área que mais precisava ser repensada, à luz da pandemia de COVID-19, seguida pela relação geral entre a humanidade e a natureza.

A pesquisa ainda mostrou que, embora 95% dos entrevistados exaltem a importância da cooperação global na superação de desafios comuns, apenas um em cada quatro sentia convicção de que o mundo seria capaz de resolver esses problemas.

A UNESCO disse que “colocados juntos, os resultados sugerem não uma falta de valorização da importância do multilateralismo, mas sim uma crise de confiança em sua eficácia”.