News

UNESCO no Brasil celebra Dia da Educação no país e promove debate sobre inclusão no sistema educacional

28/04/2021
04 - Quality Education

Campanha nos meios de comunicação destaca a importância da educação e do conhecimento para se chegar a vacina contra a Covid-19

A UNESCO no Brasil celebra hoje (28/4) o Dia da Educação no país. Uma campanha foi produzida e veiculada nos meios de comunicação para destacar o papel da educação no momento em que o mundo comemora a vacina contra a Covid-19. Esta conquista foi possível porque existem cientistas, pesquisadores e profissionais da saúde. Mais do que uma vitória da ciência, esta é também uma vitória do conhecimento e da educação. 

Em paralelo, nesta terça-feira (27/04), em parceria com a equipe do Relatório GEM e o Escritório Regional da OREALC/UNESCO Santiago, a UNESCO realizou o webinar de lançamento do Relatório de Monitoramento Global da Educação 2020: inclusão e educação: todos, sem exceção (Relatório GEM). O evento promoveu amplo debate com especialistas e atores que trabalham para fomentar a inclusão na educação. O relatório pode ser acessado aqui.

A América Latina e o Caribe é a região com as taxas de desigualdade socioeconômica mais altas e desafiadoras do mundo. O relatório se concentrou nos grupos em risco de exclusão educacional como resultado de gênero, localidade remota, pobreza, deficiência, etnia, língua, migração, deslocamento, encarceramento, orientação sexual ou identidade e expressão de gênero. 

A pesquisa utilizou os perfis dos países disponíveis no site da ferramenta PEER e 29 estudos de caso de países, que investigam os desafios e experiências de inclusão na educação do ponto de vista de marcos legais e políticas, governança e financiamento, currículo e materiais de ensino, professores, ambientes de aprendizagem e as contribuições das comunidades, pais e alunos.

 

Segundo dados do Relatório GEM, as desigualdades causadas pela pandemia intensificaram as desigualdades no Brasil e na região da América Latina e do Caribe. Durante o webinar de ontem, a Diretora e Representante da UNESCO no Brasil, Marlova Noleto, afirmou que estamos atravessando uma crise sem precedentes na educação.

a pandemia da Covid-19 causou a maior interrupção dos sistemas educacionais em todo o mundo. Nem as grandes guerras causaram interrupções semelhantes. Cerca de 1,6 bilhão de estudantes estavam fora da escola no ano passado

Marlova Noleto, Diretora e Representante da UNESCO no Brasil.

Diante desse cenário, a pesquisa também propõe recomendações e aponta que sem uma educação de qualidade, inclusiva e equitativa, e sem que todos tenham oportunidades ao longo da vida, os países não terão sucesso em alcançar a igualdade de gênero e romper o ciclo de pobreza que está deixando milhões de crianças, jovens e adultos para trás. 

 

 

Saiba mais